Dalila Gonçalves

1982, Castelo de Paiva (Portugal).
Vive e trabalha no Porto.

EDUCAÇÃO

Doutoramento em Arte e Design - Faculdade de Belas Artes UP (em frequência).
Programa Inov-Art em Barcelona no atelier do artista Ignasi Aballí, 2010 /2011.
Mestrado em Ensino de Artes Visuais, Faculdade de Belas e Faculdade de Psicologia da Universidade do Porto, 2009.
2.ª Edição do Curso de Fotografia do Programa Gulbenkian Criatividade e Criação Artística, 2008.
Licenciatura em Artes Plásticas – Pintura, Faculdade de Belas da Universidade do Porto (FBAUP), 2005.

EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS

2019

Nem tudo no navio se deteriora no porão. Lehmann + Silva, Porto.

2018

Orquídeas en la mesa de billar. Curadoria de Beatriz Alonso, Centro de Arte Alcobendas, Madrid (Espanha).

2017

Solo. SP- Arte, Galeria Lamb Arts, São Paulo (Brasil).

2016

The clock has no place in the woods. Curadoria de Sérgio Fazenda Rodrigues, Lamb-Arts, Londres (Inglaterra).

2015

Cata-Vento. Galeria Rafael Ortiz, Sevilha (Espanha).
ARCOmadrid 2015, Kubik Gallery, Madrid (Espanha).

2014

Processo Circular. Curadoria de Luisa Santos, Centro de Exposiciones SUBTE, Montevideo (Uruguai).

2012

Procedere é Processo. KubikGallery, Porto.

2011

760.000 segundos. Curadoria de Joana Mendonça, Caroline Pagès Gallery, Lisboa.
Lembro-me deste Sítio de Algum Lugar. sput&nik, Porto.

2010

Laboratório Irreversível. Quarto Escuro, Porto.

2009

Proscénio. Sala Poste-ite, Edifício Artes em Partes, Rua Miguel Bombarda, Porto.

2008

Tempus Fugit. Caroline Pagès Gallery, Lisboa.

EXPOSIÇÕES COLETIVAS

2019

Museu Coleção Berardo, Lisboa – em preparação.

2018

Artíssima Art Fair. Rodríguez Gallery, Turim (Itália).
Vienna Contemporary Art Fair. Lamb Arts Gallery, Viena (Áustria).
ArtBo. Lamb Arts Gallery, Bogotá (Colômbia).
Cabinet of True Horizons (how far can you see?). Curadoria de Stach Szabłowski, Rodríguez Gallery, Poznan (Polónia).
Lo digerido. Curadoria de Dalia de la Rosa, Espacio Dörffi, Lanzarote (Espanha).
SP- Arte. Lamb Arts Gallery, São Paulo (Brasil).
Art Lima. Lamb Arts Gallery, Lima (Perú).
La Collection BIC. Curadoria de Hervé Mikaeloff e Ingrid Pux, Centquatre, Paris (França).
Here and Elsewhere. Curadoria de Lorena Moreno Vera, Edificio Vizcaya, Cidade do México (México).
A Preto e Branco. Curadoria de João Silvério, Fundação PLMJ, Sociedade Nacional de Belas Artes, Lisboa.
ARCOmadrid 2018. Galeria Rafael Ortiz, Madrid (Espanha).

2017

Politics of Dreams. Otazu Foundation Collection, Fondation Hippocrène, Paris (França).
UNTITLED Art, Miami Beach 2017. Galeria Rafael Ortiz, Miami (EUA).
Urgent Perspectives #1. Curadoria de Barbara Holub, Projektraum Viktor Bucher, Viena (Áustria).
ArtBo. Lamb Arts Gallery, Bogotá (Colômbia).
Keep Calm and Carry On. Curadoria de Nerea Ubieto, Centro Cultural de Espanha em: Tegucigalpa (Honduras); San Salvador (El Salvador); Cidade da Guatemala (Guatemala); Havana (Cuba); Cidade do Panamá (Panamá).
Curated Curators (II). Curadoria de Sara & André, Zaratan – Arte Contemporânea, Lisboa.
JAd Bi. Curadoria de Sara de Chiara, Galeria Madragoa, Lisboa.
O Tempo Inscrito - Memória, Hiato e Projeção. Curadoria de Sérgio Fazenda, Coleção Figueiredo Ribeiro, Abrantes.
Quid Pro Quo. Curadoria de Martim Dias, Panal 361, Buenos Aires (Argentina).
ARCOmadrid 2017. Galeria Rafael Ortiz, Madrid (Espanha).

2016

Questionamento I. Curadoria de Martim Dias, Centro Cultural Vila Flor, Guimarães.
Keep calm and carry on. Curadoria de Nerea Ubieto, La Fragua, Tabacalera, Madrid (Espanha).
Cuestionamiento I -Territorio. Curadoria de Martim Dias, Sala de Arte Joven de la Comunidad de Madrid, Madrid (Espanha).
P. Curadoria de Miguel Von Hafe Perez, Galeria Almeida Garrett, Porto.

2015

Notas sobre a construção do tempo. Curadoria de Luisa Santos, Anozero - Bienal de Arte Contemporânea de Coimbra, Coimbra.
Um horizonte de proximidades: Uma topologia a partir da Coleção António Cachola. Curadoria de Sérgio Mah, Arquipélago – Centro de Arte Contemporânea, Ribeira Grande, São Miguel, Açores.
Walk & Talk 2015, Ponta Delgada, Açores.
Trabalhos da Coleção António Cachola. Curadoria de Jorge da Costa, Centro de Arte Contemporânea Graça Morais, Bragança.
El Paisaje revisitado. Curadoria de Martim Dias e Rosina Gómez-Baeza, Jugada a 3 Bandas, Madrid (Espanha).
Laboratório das Artes 10 anos. Território de Trabalho. CCVF, Guimarães.
Fora de campo não é fora de jogo. Dalila Gonçalves + André Alves. Extéril, Porto.
Nexofoto 2015. EKHO Gallery, Santiago (Chile).

2014

Daqui Parece Uma Montanha – Artistas Contemporâneos Dinamarqueses, Austríacos e Portugueses. Curadoria de Luisa Santos, Centro de Arte Moderna, Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa.
Sub 40. Curadoria de José Maia, Galeria Almeida Garrett, Porto.
Estrutura, Objeto, Materia… Acción! Curadoria de Juan Luís Toboso, La Conservera, Centro de Arte Contemporanea, Múrcia (Espanha).
ArtRio. Kubik Gallery, Rio de Janeiro (Brasil).
Acervo. Artistas portugueses en la Colección Navacerrada. Curadoria de Mónica Álvarez Careaga, Centro de Arte de Alcobendas, Madrid (Espanha).
The Grass is Always Greener. Curadoria de Luisa Santos, Museum of Contemporary Art, Roskilde (Dinamarca).
Aires del Oeste. 8 Jóvenes Artistas Portugueses. Rafael Ortiz Proyectos, Madrid (Espanha).
Carpe Diem Arte e Pesquisa, Lisboa.
da fábrica que desvanece à baía do tejo. Casinfância, CUF – Antiga Companhia União Fabril, Barreiro.

2013

Contornar– Dalila Gonçalves + André Alves. FAC Peregrina - Furancho de Arte Contemporánea, Santiago de Compostela (Espanha).
TORNAR - Dalila Gonçalves + André Alves. Laboratório das Artes, Guimarães.
O vasto espaço da realidade. Curadoria de José Maia, Espaço Mira, Porto.

2012

Turn On, Tune In. Factory-Art Gallery, Berlim (Alemanha).
Teleférico Dinâmico - O Objecto e o Espaço. Guimarães.
O coração, o centro do nosso universo. Curadoria de Olga Seco, Hospitais da Universidade de Coimbra, Coimbra.
Sincronia. Sput&nik and the Window, Porto.
CO-EFICIÊNCIA: ALGUMAS VARIÁVEIS. Curadoria de Guy Amado, Sput&nik and the Window, Porto.
Aproximações à Profundidade. Sala do Veado, Museu da História Natural e da Ciência, Lisboa.
Beaufort04 - Triennial of Contemporary Art by The Sea. Curadoria de Phillip Van den Bossche, Blankenberge (Belgica).
New/Old Life. Curadoria de Nerea Ubieto, Jugada a 3 Bandas, Madrid (Espanha).
Berlin & Guimarães - Design & Art. Maison folie - Hospice d'Havré, Tourcoing (França).
Cinco Séculos de Desenho na Colecção da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto. Curadoria de Francisco Laranjo, Museu Soares dos Reis, Porto.

2011

Container INSIDE. Cidade da Cultura da Galiza, Santiago de Compostela (Espanha).
MUSAO WELCOME OPORTO. Masc Foundation 39 DADA, Viena (Áustria).
Guimarães, Arte Contemporânea 2011. Centro Cultural Vila Flor e Laboratório das Artes, Guimarães.
A Quatro. IPSAR, Roma (Itália).

2010

WATER CLOSET. LxFactory, Lisboa.
Small is Beautiful. Caroline Pagès Gallery, Lisboa.
Topologias. Casa da Galeria, Santo Tirso.
KAUNAS PHOTO 2010. Kaunas (Lituânia).
Espacio Atlántico - Feria de Arte Contemporáneo de Vigo. Caroline Pagès Gallery, Vigo (Espanha).
Opções & Futuros #5, Obras da Fundação PLMJ. Espaço Fundação PLMJ, Lisboa.

2009

Open Call. Frieze Projects, 2009 Frieze Art Fair, Londres (Inglaterra).
Projecto Colector. Museu D. Diogo de Sousa, Braga.
Projecto Colector. Casa Museu Abel Salazar, Leça do Balio.
Arte Contemporânea na Garagem da Vizinha, Maia.

2008

A Arte dos Ofícios ou como a Arte pode ser um Ofício também. Sala de Exposições do Centro Cultural de Vila Nova de Foz Côa, Vila Nova de Foz Coa.
Pólvora Muse. Fábrica da Pólvora de Barcarena, Oeiras.
Mostra dos trabalhos do curso de fotografia. 2ª edição do Curso de Fotografia do Programa Gulbenkian Criatividade e Criação Artística (PGCCA), Galeria de Exposições Temporárias, Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa.

2007

IMPORT/ EXPORT- Projecto Fábrica. Laboratório das Artes, antiga Fábrica de Curtumes, Guimarães.
Jardim Aberto. Curadoria de Filipa Oliveira, Jardins do Palácio de Belém, Lisboa.
Ana Santos desenho /Dalila Gonçalves registo fotográfico. Galeria Plumba, Porto.
Good News. Galeria Plumba, Porto.
XIV Bienal de Cerveira, Vila Nova de Cerveira.

2006

Anteciparte. Pátio da Galé - Casa do Marquês, Lisboa.
Jovens Criadores 2006. Clube Português de Artes e Ideias, Instituto Português da Juventude e Secretaria de Estado da Juventude e do Desporto, Antiga Fábrica Tobom, Montijo.
More or Less. Museu de Ciência e Indústria, Porto.

2005

Bluescreen. Galeria Municipal do Porto, Porto.
Projecto Colectivo Casa Casais. Porto.
Interferências – Intervenções no Espaço Público. XIII Bienal de Cerveira, Vila Nova de Cerveira.
Alunos da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto. XIII Bienal de Cerveira, Edifício Área Panorâmica, Tui (Espanha).

PRÉMIOS

2015

Menção Honrosa: Prémio Ibero-americano Nexofoto, Santiago (Chile).

2014

Seleção para exposição individual: Centro de Exposiciones SUBTE, Montevideo (Uruguai).

2011

Seleção: Encontro de Artistas Novos, Cidade da Cultura, Santiago de Compostela (Espanha).

2009

1º Prémio Fotografia: Concurso Jovem Criador, Aveiro.

2006

Seleção: Jovens Criadores 2006. Clube Português de Artes e Ideias, Instituto Português da Juventude e Secretaria de Estado da Juventude e do Desporto.
Seleção: 3ª edição ANTECIPARTE MILLENIUM BCP.

2005

Prémio de Fotografia: Concurso Arte XXI, Espinho.
Prémio de Aquisição: Reitoria da Universidade do Porto.

RESIDÊNCIAS

2018

Pivô – Arte e Pesquisa, São Paulo (Brasil).

2017

Artist-in-Residence Programme KulturKontakt Austria, Viena (Áustria).
Fábrica de Creación, Santander (Espanha).
Apneia, Porto.

2015

Proyecto Rampa, Madrid (Espanha).

2014

Instituto Inclusartiz, Rio de Janeiro (Brasil).
da fábrica que desvanece à baía do tejo. Casinfância, CUF – Antiga Companhia União Fabril, Barreiro.
Carpe Diem Arte e Pesquisa, Lisboa.

2010

Is this Spain? PENSART [Pamplona, Salamanca, Madrid], Porto.

2005

Interferências. XIII Bienal de Cerveira, Vila Nova de Cerveira.

2004

Scarpia - Jornadas de Intervención Artística en el espacio Urbano y Natural de El Carpio. El Carpio, Córdoba (Espanha).

COLEÇÕES PRINCIPAIS

Friedrich Christian Flick Collection, Berlim (Alemanha).
Coleção António Cachola, Museu de Arte Contemporânea de Elvas.
Frances Reynolds Collection (Brasil).
Otazu Foundation Collection (Espanha).
Colección Navacerrada (Espanha).
Museu ao Ar Livre (coleção de Arte Pública), Cidade do Porto.
Coleção Josep María Civit Gomis, Barcelona (Espanha).
Belle Epoque Centrum (Bélgica).
Colección Fundación Fundomar. Sevilha (Espanha).
Museu da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto.
Coleção PLMJ.
Coleção Figueiredo Ribeiro.
Coleção Instituto IPSAR, Roma (Itália).
LxFactory.
Coleções particulares em Portugal, Espanha, Alemanha, França, Bélgica, Brasil, Colômbia e EUA.

vários

CONFERÊNCIAS E SEMINÁRIOS

2017

Turbulência. Organizado por Paulo Miyada, Instituto Tomie Ohtake, São Paulo (Brasil).
Studio for Conceptual Art. Academia de Belas Artes de Viena (Áustria).

2012

AKME. Facultad de Bellas Artes de Bilbao, Bilbao (Espanha).

Fechar

Anterior

Seguinte

Orquídeas en la mesa de billar. Curadoria de Beatriz Alonso, Centro de Arte Alcobendas, Madrid (Espanha), 2018.

FECHAR

ANTERIOR

SEGUINTE

Dalila Gonçalves

FECHAR

ANTERIOR

SEGUINTE